quarta-feira, 18 de agosto de 2010

Poesia de Cavalcanti Barros

.

Poeta Cavalcanti Barros retratado pelo artista Dydha Lyra.

.
Eu sou a vida

.
Cavalcanti Barros
.

Não se enganem, sou a Vida.
Magicamente contida
num corpo que Deus me deu.
Tudo simples, sem mistério:
corpo morre. Cemitério.
Vida não morre. Sou eu.

.
Filosofando
.
Cavalcanti Barros
.
Procurei. (Inda procuro).
Em dado momento achei.
Mas, inibido, inseguro,
o que achei não segurei.

.
(Publicado pelo blog Movimento da Palavra (http://movimentodapalavra.blogspot.com/ )

Um comentário:

laerço dos santos disse...

Sr. Poeta Cavalcante Barros, saúde.

Como amante de uma boa poesia que emana da inspiração advinda do canal do poeta expoente, Tenho sentido o prazer em encontrar seu blog, e especialmente deparar-me com algo que fala do Poeta Manoel Cicero do Nascimento.
Por ventura o senhor terá mais informação e material poético do saudoso Poeta referido?
Conheci o Nobre Poeta, e inclusive recebi do mesmo cinco livros intitulados, "São Paulo Coração do Brasil" Maravilhas de livros; Infelismente tive a desdita de não ter hoje Nem um dos mesmos.
Desculpe a invasão ao seu Belo blog, Mas agradeço .

Laerço dos Santos.

Obs: Gosto de escrever poesias, sei não ser mestre como Os Amados Poetas mas ....tento aprender.
Tenho um Blog de poesias. chama-se Ágape. http://oagape.blogspot.com/
Sou Alagoano de Coruripe. Mora em Maceió, corto cabelo por profissão.
Deixo meu abraço