domingo, 15 de maio de 2011

Poetas alagoanos quase esquecidos (7)

VOCÊ
.
Armando Wucherer
.
Você é para mim o Céu distante
Que eu procuro, da terra, divisar...
Você é a minha noiva, a minha amante:
- Loira Princeza para o meu solar.
.
Você – é o meu cuidado, a cada instante;
A sombra, que me segue ao caminhar;
O palinuro, que me diz: “avante”;
você é luz votiva em meu altar.
.
Você – é o meu futuro; o meu passado,
Minha crença pagã pelo universo...
Você – é a minha culpa; o meu Pecado...
.
Você – é o proprio amor que lhe prometo:
Você – é a rima rara de meu verso,
A “ chave de oiro “ deste meu soneto.
.
.
Armando Goulart Wucherer (Maceió - AL 03/8/1896 - 11/6/1956 ) foi poeta, advogado e professor. Membro da Academia Alagoana de Letras, onde ocupou a cadeira 14. Escreveu livros sobre Direito, desempenhou várias funções públicas em Alagoas. Sua poesia, porém, merece destaque. O soneto acima foi transcrito do livro “Canto do meu destino” (1946). Deixou algumas obras indéditas.

2 comentários:

dilita disse...

Quanta sensibilidade,para nos dizer de modo tão lindo o que era para ele aquela pessoa. Até pode ser em sentido figurado,apenas.
Não interessa, a beleza em todo este soneto tudo supera.
Saudações.
Dilita.

João Ludugero disse...

Adorei vir aqui e ler o que escreve com tanta propriedade. Andei "fuçando" seus textos. Que maravilha.´Sãomesmo de reverdecer a alma. Formidáveis! Eu já estou te seguindo, de tanto que gostei do seu blog. Muita saúde e dias felizes. Abraços,
João, poeta.