sábado, 13 de dezembro de 2008

Poema do Padre José Neto

Padre José Neto
.

Os olhos
.
Queres navegar no interior de alguém?
Olha para seus olhos!
Os olhos brilham...
Ofuscam!
Os olhos lacrimejam...
Se tornam áridos!
Os olhos pedem...
Negam!
Os olhos riem...
Se entristecem!
Os olhos confiam...
Desconfiam!
Os olhos escondem...
Mostram!
Os olhos acusam...
Defendem!
Os olhos amam...
Odeiam!
Os olhos enxergam...
Nada vêem!
São eles, a vitrine da alma!
Por eles o conhecido deixará de ser desconhecido,
mesmo que não seja totalmente conhecido!
.
.
Padre José Neto de França nasceu no atual município de Carneiros - AL, entrou para o seminário aos 30 anos, hoje é Administrador Paroquial da Paróquia de São Cristóvão, em Santana do Ipanema – AL. O poema “Os Olhos” consta do seu livro “Não ser... Ser! Viver: um grande desafio” (Q Editora – Maceió – AL – 2008).

2 comentários:

Chris Herrmann disse...

A Poesia enxerga tudo... com os olhos da alma. Maravilhoso o seu blog, JAC!!

Interatividade com responsabilidade! Eis o lema! disse...

Meu amigo!
Embora tarde, obrigado pela publicação de uma de minhas poesias em seu blog...
Deus te abençoe, te ilumine e te guarde, hoje e sempre...