sexta-feira, 20 de fevereiro de 2009

Poema de Lêda Mello

Lêda Mello
.
.
Confins de mim
.
Espera um pouco.
Antes, olha nos meus olhos,
dize que me amas!
Depois, achega-te a mim,
toca-me a pele.
Sem pressa,
deixa que as tuas mãos
deslizem pelo meu corpo
e teus dedos, habilmente,
encontrem os vales
da minha sensualidade
e conheças todos os lugares
marcados pela ânsia da minha espera...
E, então, te sentirás homem e amado.
Estarei em ti
e tu estarás em mim...
O tempo marcado
pela eternidade
da nossa entrega...
.
.
Lêda Yara Motta Mello é Terapeuta Holísitca, vive em Arapiraca, onde nasceu e mantém sua Clínica (http://ledayara.terapiaholistica.net/pages/inicial.php), ministrando cursos de Relaxamento e Meditação. Quando bate a inspiração surgem pérolas como o poema acima.

3 comentários:

lili disse...

Lindo poema querida Lêda!
Adorei o Blog também!!!
Feliz dia Internacional das Mulheres!!!
Beijinhos mil!!!
Ligi@Tomarchio®

Zé Carlos disse...

A Lêda é uma pessoa muito querida e muito linda que nos encanta a todo momento com seus trabalhos literários.
Um beijo menina, do seu amigo Zé Carlos

Valderez de Barros disse...

Zealberto,
Parabéns, pelas 6000 visitas ao teu Blog!!! Maravilha, menino!!! Em tão pouco tempo, chegaste a um número de visitas realmente significativo!!! Mereces muito mais, querido amigo, pela qualidade do teu trabalho, que reflete a tua alma poética e sensibilíssima!!! Fico feliz por ti!!!
Um carinhoso abraço!!!
Dês.